Como abrir uma franquia passo a passo

abrir-franquia-passo-a-passoVocê quer investir em um negócio e, depois de muito pesquisar, percebeu que a franquia pode ser uma opção viável, principalmente em tempos de crise. Esse tipo de negócio oferece menos risco por ser um modelo de negócio já testado e aprovado. Além disso, investir em algo que já está consolidado no mercado oferece muito mais chances de retorno do que começar um negócio “do zero”, sem se preocupar em desenvolver novos fornecedores, investir tempo em montar processos de atuação de sua equipe, formas de controle — dedicando assim todo o seu tempo no sucesso da franquia.

Depois de levar tudo isso em conta, você decidiu que quer mesmo abrir uma franquia. Mas aí bateu a dúvida: o que fazer na hora de abrir uma franquia? Qual é o passo-a-passo para ser dono do seu próprio negócio? Reunimos aqui algumas informações parar tirar as suas dúvidas.

1.Escolha o tipo de negócio

Franquias são mesmo uma ótima opção para quem quer ser dono do seu próprio negócio, mas não quer correr muitos riscos. Antes de abrir a sua franquia, o primeiro passo é pesquisar qual é o tipo de negócio que você gostaria de ter e quais ramos de atividade são mais lucrativos. A partir daí fica mais fácil pesquisar negócios no seguimento escolhido e fazer a melhor escolha.

2.Entre em contato com a rede de franquias escolhida

Depois de fazer uma pesquisa minuciosa e escolher qual o modelo adequado e quais redes oferecem tais modelos, o próximo passo é entrar em contato com o franqueador. Geralmente as empresas franqueadoras possuem as informações mais importantes para um primeiro contato em seu site e explicam todo o processo e os documentos necessários para se aplicar como potencial franqueado.

3. Preencha uma ficha de pré-qualificação

Depois de demonstrar interesse ao franqueador, a empresa deve entrar em contato com você e te entregar um documento chamado “Ficha de Pré-Qualificação”. Com ela o franqueador se certificará que você tem todos os pré-requisitos para investir em uma franquia como: perfil de gestor, disponibilidade financeira, aptidões, nome limpo, etc.

Passada essa fase, o franqueador deve te entregar o Circular de Oferta de Franquia onde constam todas as informações sobre o franqueador e os direitos e deveres de cada parte, incluindo também informações como investimento inicial, o que precisa ser adquirido, qual as condições para ser um fraqueado, etc.

4. Assine o Contrato de Franquia

Com todos os aspectos do Circular de Oferta de Franquia bem alinhados, chega a hora de assinar o contrato. O contrato de franquia é o compromisso formal entre o franqueado e o franqueador com tudo que estava estipulado no COF. Vale lembrar que o contrato é definitivo. Portanto, qualquer dúvida deve ser esclarecida antes da assinatura. Entrar em contato com ex-franqueados é uma ótima para tirar as principais dúvidas.

5. Pague a taxa inicial de franquia

Assim que o contrato é assinado, o franqueado tem que arcar com os custos do investimento inicial. Esse valor varia de franquia para franquia e leva em conta diversos gastos como programa de treinamento para o franqueado e funcionários, assistência no ponto comercial, arquitetura do ponto de venda, entre outros.

6. Abra a franquia

Depois de pagar a taxa para a abertura é hora de abrir o estabelecimento. Antes de abrir, lembre-se que todos os aspectos legais, incluindo abertura de CNPJ, devem ser levados em consideração. Geralmente o franqueador auxilia durante esse processo e, depois de tudo certo, é só abrir o ponto e começar a trabalhar.

Se você tem interesse em abrir uma franquia que atua oferecendo soluções em serviços de café para outras empresas, sejam elas restaurantes, cafeterias, padarias, empresas em geral, entre em contato com a Amiste Café e ficaremos felizes em te auxiliar nesse processo.